quinta-feira, 28 de junho de 2012

O Regresso

Partira para uma (...) viagem e,
Na bagagem as boas recordações,
Sem nada deixar ao acaso,
Comparou as melhores ocasiões.

Um dia, regressou triste,
Mas voltou com a esperança,
A mesma que o acompanhara
E que o trouxe sem fiança.

Na sua cara trazia aquele sorriso,
O mais belo, feliz e desejado,
Pela sua doce e ousada princesa,
Única, aqui e por todo o lado.

Por ela fora respeitado, solenemente
Bem recebido e acarinhado,
E num delicioso dia, certamente,
Também será ouvido e loucamente amado.
(GM - Lanterna Romântica 28-06-2012)

3 comentários:

mfc disse...

Que se lhe há-de fazer...!
Gosto de poemas românticos!
... e deste em particular.

Um abraço.

Homem de Campos disse...

Obrigado mfc.

Um abraço

Janita disse...

Que Deus te oiça, João Homem de campos...que Deus te oiça!!